17 dezembro, 2010

     E o que posso dizer, sendo que não tenho experiência de vida, não vivi o necessário, não senti o suficiente, para dizer o quanto sofri. Só sei que tenho idade para amar, e errar, principalmente para ser julgado, sem mesmo que saibam o que realmente sou, o que sinto, o que vejo.  Não sou bobo como fui durante minha infância, enganado facilmente. Eu vejo os olhos que me cercam, que têm raiva de mim e quem me deseja o pior. Só que finjo, sei atuar e falsamente amar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário