19 dezembro, 2010

    Me engano do que falei, do que critiquei. Volto atrás, desculpo-me com as consequências.  Envolvo-me no arrependimento do que pronunciei. Eu só queria ser alguém que não sou. Perdoem-me por usar suas fraquezas, fazendo delas o alicerce da minha força.

Nenhum comentário:

Postar um comentário