31 dezembro, 2010

.roiretniaçnaircahnim.

     Eu quero que apareça um coelho, para que eu o siga e caia em um mundo mágico, diferente, onde eu seja normal, que ninguém me veja de outras formas, apenas como sou; pode ser que eu cave um buraco e chegue ao Japão para adquirir experiência, conhecer lugares novos, voltar com os olhos puxados, ou então eu pegue um avião, e o pilote sozinho até uma ilha deserta bem no meio do Pacífico, e que uma onda bem grande me leve pro fundo do mar, e lá nadarei com outras espécies adquirindo conhecimento, chegando onde nenhum outro humano chegou, ganhando um escamoso par de nadadeira. Bobagem, prefiro construir um Foguete, nomeá-lo de Bolha e ir além do que conhecem. Outras galáxias, novos planetas. E quem sabe fazer morada por lá. Construir minha casa, com um jardim grande, balanços, uma árvore gigante que dê muitos frutos,  e debaixo dela ascender uma fogueira, comer marshmallow até encher, refrescar a cabeça, deixar que a brisa leve todo o peso e fique somente a boa sensação. Ver as estrelas como nunca vi, sorrir com cometas. Laçar meteoros e embarcar em longas viagens...

Nenhum comentário:

Postar um comentário