29 janeiro, 2011

É como dizem, sempre chega a vez.

    Eu nunca imaginei que aconteceria comigo, ouvia todos falarem de despedidas, beijos e abraços. Todos dizendo o quanto era ruim ver um amigo partir, mesmo que pra uma cidade próxima, mas é triste. Eu pensava que demoraria pra dizer que isso é chato, mais chegou tão rápido, que eu não esperava. Hoje vejo que dar valor é importante, pois, crescemos e nos separamos, sem mesmo um abraço forte. Eu queria que houvesse tudo em um só lugar, para que "despedida" fosse uma palavra abominada do dicionário. Sentir saudade é tão irritante, insuportável, como suportar isso?
    Não queria que a vida fosse repleta de lágrimas, só queria que fosse divertida, nada mais do que cômica.
    Só queria ter todos comigo, pra sempre. Sem dividir, repartir, dar, nem vender, pois, são meus. Sou possessivo.
    ... Por que rir, desabafar, compartilhar, com qualquer um não é fácil, tem que ser aquela pessoa que entende, não te passa a mão na cabeça, mais te ensina de forma diferente, que te bate com amor, que te esconde quando comete bobeiras, que gosta das mesma músicas antigas, que completa o refrão quando você começa... E como fazer isso tudo se essa pessoa vai estar longe? Chorar? Não, quem sou eu pra impedi-la de ir, sendo que o melhor estará lá?
    Então você corta o choro e sorri, e pensa positivo... Ela vai voltar um dia!

28 janeiro, 2011

Saiba.

    Só sabemos, que mesmo não sabendo de nada, podemos saber de alguma coisa, que algum dia nos provará que dela realmente nada sabemos. Nem mesmo eu sei, quem sabe eu soubesse de mim, só que me perdi, sem mesmo saber ao certo onde me achar.

25 janeiro, 2011

Conforme-se

   E quando você pensa que é bom, surgem pessoas melhores, e te mostram que tudo é questão de experiência, mais nem sempre tão boa. Você vê que para estar entre os melhores é preciso frieza e descobre que não quer aquilo. Você começa enxergar tudo de outra maneira, percebe que os insignificantes são os melhores, que eles é que estão sempre do seu lado. Não importa o tamanho das orelhas, o tamanho do nariz, nem mesmo o peso, eles que serão os melhores no futuro.


Portanto, tenho muito a crescer.

   Vou contar um segredo... Nunca queira escrever nada, deixa que as ideias venham e te façam escrever, isso que é o bom, não planeje.
   Não se pode forçar as palavras a ficarem bonitas ou bem colocadas, são só palavras, a diferença é o sentimento que você coloca nelas.
   Amor é uma palavra simples, mas se é uma criança que te fala, amor é o que ela sente por seus brinquedos. Se é uma adolescente, amor é o que ela sente pelo garoto mais bonito da escola. Se é uma jovem, amor é o que ela sente por si mesma Se é uma mulher, amor é o que ela espera todos os dias de um homem que ela ainda acredita que pode ser perfeito. Se é uma velhinha, amor é o simples fato de saber que veio ao mundo e fez tudo que devia ter feito. Entende?




Natália Brito

20 janeiro, 2011

      Meu espelho não me agrada, minha sombra não é mais minha amiga, nem sou tão feliz assim, se você pensa se engana, sorrio, claro, todos têm que sorrir. Somente a capa não combina mais. O reflexo mente pra mim, as pessoas tentam me convencer, não dá mais. Eu tento me mostrar forte, mais a fraqueza supera, eu tento me fazer superior, mais não engano ninguém. Todos sabem que não sou assim, sabem que eu choro pela noite.
     Perdoem me não sei nada da vida, tento enganá-la só isso. Não tento ser eu mesmo, somente o robô que todos querem que eu seja.

16 janeiro, 2011

    Viver sem orgulho do que fiz não tem significância, pois, tudo que fiz e faço, me trouxe ou ainda trará bons resultados; não sei quando, apenas espero, sem me preocupar, aproveitando as chances, corrigindo os erros, fazendo novos acertos, e transformando cada momento em grandes lembranças.
"E minha invisibilidade involuntária continua aumentando. Cada vez menos notado, ou lembrado. Minha falta é que faz de mim uma célebre memória."