02 fevereiro, 2011

Seja, e não espere!

Complicado viver nesse mundinhozinho infame, que nos faz engolir tudo já mastigado, sem que possamos nos expressar. Quando temos ideias, nos fazem devorá-las e elas descem amargas.
Por que eles têm tanto medo de opiniões? Será que é por que não querem que sejamos revolucionários? Têm medo de sermos como os jovens das décadas passadas, que fizeram mudanças e nos deixaram o exemplo? Estão nos empurrando um monte de sacanagem para esquecermos de tudo que ocorreu e quão importante foram aquelas passeatas, greves e revoluções.
Enquanto vemos tv e mechemos no computador, nos tornamos a geração da preguiça, que não faz nada pelo futuro, que não vai deixar um legado, que vai ser apenas a vergonha do século. Como diria Renato Russo, somos a geração Coca-Cola. Onde estão os jovens espíritos que buscam o melhor pra o futuro e para os filhos de seus filhos? Onde estão aqueles que lutariam por um país melhor, sem corrupção, sem vagabundagem, sem trambicagem?
Fomos todos tapados, vendados pelo governo que nos diz o que fazer e não fazer com o papozinho de ética e moral. Querem saber? Quero que isso tudo voe pra o espaço. Torço para que todos tenham seus olhos de volta, suas ideias próprias, o espírito crítico que deveria ser nossa sombra, princípio norteador.
Infelizmente estamos guardados em gavetas, esperando que nos abram. Que alguém tenha a coragem de lutar!

 

2 comentários:

  1. Olá como vai?
    Estou seguindo o seu Blog..
    Logo de cara com um texto tão inteligente,as pessoas hoje em dia só pensam em si mesmo,nas coisas materiais,não se interessam pela situação de seus semelhantes,e não se interessam pela politica,e nem por nada que não seja o interesse próprio,por isso vivemos a mercê dos políticos,em muitas vezes sem o direito de expressar nossas opiniões e etc.
    Belo texto abraços!

    ResponderExcluir