25 abril, 2012


Meus medos ainda estão comigo, pensei que ficariam para trás com minha infância, mas não, cresceram e simplismente ficaram maiores que eu e minha tentativa de controlá-los.

Nenhum comentário:

Postar um comentário