30 junho, 2012

É tudo do tempo, Sr. supremo

Se tem uma coisa que não entendo é o tempo. Todos dizem que ele cura tudo, que ele é o grande remédio, mas a única coisa que vejo, são as pessoas envelhecendo. As brigas nunca tiveram reconciliação, as mágoas nunca se apagaram e as coisas só pioraram. A vida parece ser mais difícil a cada nível que se passa. É como um jogo sem fim, que acaba um dia. E que geralmente, não permite a realização de inúmeras coisas, devido as regras que delimitam todas as ações.
É tempo para isso, tempo para aquilo, tempo pra tudo. Só aprendi que com tanto tempo, as pessoas se esquecem de você e procuram pessoas melhores. Rapidamente as conversas diminuem, logo não te cumprimentam mais e por fim nem te reconhecem na rua. E você se lembra que um dia foi chamado de amigo e se sentiu especial ao lado de quem agora é apenas indiferença.
Não pense que estou morrendo pra fazer as pazes com quem briguei, ou que quero todas as pessoas de volta comigo. São situações diferentes, como já disse, o tempo passa. Se briguei, aprendi a viver sem. Se afastou, foi por necessidade, pois ninguém me deixaria pra trás se eu realmente fosse importante. Afastar nunca é opção pra que as coisas melhorem, é só uma maneira de acostumar a ver as fotos antigas e não sentir saudade. Abraçar e não sentir calor.
Desligar todos os sentimentos e deixar que a razão prevaleça, só. Colocar sentimentalismo em tudo, é pedir que o erro seja certo e companheiro de caminhada. Pode parecer, e é exagero, mas foi assim que disse adeus pra tantas pessoas e hoje estou bem. Se todos soubessem dos segredos que sei, das lágrimas que já limpei e os conselhos que dei... De nada me arrependo, porém não me ofereceria e largaria dos meus problemas pra ajudar os outros como já fiz. Meu Deus, esqueci da minha vida inúmeras vezes.
Acima de tudo, o tempo é um paradoxo, mesmo incerto e às vezes gelado, e nos mostra quem realmente nos quer bem. Funciona como uma peneira, dia-dia, na corrida louca da vida, ficam os grandes e fortes, os que têm verdadeiro sentimento. São selecionados os sorrisos agradáveis e tudo de amargo some.

Nenhum comentário:

Postar um comentário